quinta-feira, 19 de maio de 2022

LEI DA GRAVIDADE INVERSA



quarta-feira, 18 de maio de 2022

A VAQUINHA


 

quarta-feira, 11 de maio de 2022

UNIZAP


 

Inscrições abertas para o 9º Prêmio Sebrae de Jornalismo

Estão abertas as inscrições para o 9º Prêmio Sebrae de Jornalismo, que irá premiar as melhores notícias veiculadas em diferentes canais da imprensa brasileira ou novas plataformas digitais sobre empreendedorismo e pequenos negócios. Esta edição marca o cinquentenário do Sebrae e reforça a importância do reconhecimento ao papel fundamental da imprensa para fortalecer e dar visibilidade aos pequenos negócios. As inscrições podem ser feitas de forma rápida e fácil pelo site www.premiosebraejornalismo.com.br. Poderão concorrer matérias e reportagens veiculadas de 1º de setembro de 2021 a 29 de junho de 2022, bem como podcasts e vídeos veiculados em plataformas digitais de vídeo nesse mesmo período. A abertura das inscrições ocorreu no Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, celebrado na última terça-feira (3). Além das categorias principais e do prêmio de Jornalista Revelação, serão mais dois prêmios especiais. Além das categorias principais e do prêmio de Jornalista Revelação, serão dois prêmios especiais. Alinhado ao tema do cinquentenário do Sebrae – “Criar o futuro é fazer história” – a premiação irá prestigiar um(a) Jornalista Empreendedor, com iniciativa inovadora na produção de conteúdo jornalístico voltado aos empresários de pequenos negócios. Também irá reconhecer um(a) jornalista atuante nas redes sociais com o título de Jornalista Influenciador Digital. O tema central desta edição é “A importância dos pequenos negócios para a economia do país”. Atualmente, as micro e pequenas empresas respondem por 99% dos negócios brasileiros, mais de 55% dos empregos formais e 30% do PIB. Durante a pandemia, apenas em 2021, eles concentraram 98% das novas empresas e 78% das contratações. Neste contexto, o Prêmio Sebrae de Jornalismo premiará matérias que melhor abordem o tema, considerando os diversos aspectos relacionados ao universo do empreendedorismo no Brasil, como: empreendedorismo, produtividade e competividade, inovação e startups, inclusão produtiva a sustentabilidade, transformação digital, políticas públicas e legislação, acesso a crédito. Para outras informações, basta acessar o site oficial do prêmio.

VAI CRESCER


 

terça-feira, 3 de maio de 2022

Lançamento coletivo de livros celebra 26 anos da Editus - Editora da Uesc


O lançamento coletivo de 32 novos livros e duas publicações digitais marcou a celebração pelos 26 anos da Editus - Editora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). O evento aconteceu no auditório da Torre Administrativa da Universidade, na tarde de terça-feira, dia 26 de abril, e contou com a participação de autores, estudantes e professores, do reitor Alessandro Fernandes de Santana e do vice, Maurício Moreau. O lançamento foi prestigiado também pela reitora Renée Albagli e a vice-reitora Margarida Cordeiro Fahel, que dirigiram a instituição no período 1996-2004, responsáveis pela implantação da Editora. A atual diretora da Editus, Rita Virgínia Argolo, destacou o papel da ex-gestora, professora Baísa Nora, na trajetória de consolidação da editora universitária. Por sua vez, o reitor Alessandro Fernandes Santa enfatizou o papel da Editus para o estímulo e desenvolvimento do trabalho acadêmico, científico e literário, e para a projeção da Uesc no cenário nacional das editoras universitárias. Na oportunidade, assinou um convênio de cooperação técnica, científica e cultural com Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), representada pelo professor Murillo Cerqueira, que possibilita a criação, entre outras ações, do Selo Editorial Sertão-Sul, e a publicação de coedições entre as duas editoras. A solenidade contou ainda com a participação da professora Flávia Goulart Rosa, diretora da Editora da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e diretora de Difusão Editorial da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (Abeu), que falou sobre o tema “Editora Universitária: o que precisamos saber?”. Após dois anos de atividades apenas na modalidade virtual, devido à pandemia da Covid-19, o evento marcou também a retomada das ações presenciais da Editora da Uesc. Segundo a diretora da Editus, professora Rita Virgínia, “em 2020 e 2021, anos marcados pela intensa crise sanitária e pelo distanciamento social físico, publicamos 40 títulos, que renderam 21 rodas de conversa online, com excelentes reflexões entre autores, outros estudiosos e o público de um modo geral.” Obras lançadas – Os novos livros que estão à disposição do público leitor são: Coleção Convenção das Corujas: Amor do coração, Cata-vento, Eu você espelho, Laços, Silêncios, Livres para voar, Perguntas de cor e Ponto de vista, todos de autoria de Elisa Oliveira; Guia de conversação do taxista e motoristas profissionais, de Patrícia Rosa e Josane Souza; A vida refletida, de Antonio Lopes; Noites de salto alto, de Hélio Pólvora (organizado por Antônio Loes e pesquisa de Maria Pólvora); Violência, Samurais e o Bushido no Cinema de Akira Kurosawa, de Antônio Figueiredo; As selfies do Instagram: os autorretratos na contemporaneidade, de Julianna Torezani; O ensino de Geografia Urbana, de autoria dos professores Lurdes Bertol Rocha, Gilmar Alves Trindade, Rita Jaqueline Nogueira Chiapetti, Maria Cristina Rangel e Gilsélia Lemos Moreira. Constam também as seguintes obras: a Coleção Infância Livre, de Cyro de Mattos - Devoto do campo, Gabriel García Márquez e outras crônicas, Nada era melhor, O discurso do Rio, Pequenos corações, da Coleção menino poeta: Existe bicho bobo?, Responda certo se for esperto, Tiquinho de ternura, A poesia é um mar, venha comigo navegar, Poesia de calça curta; Religião, transformação, conflitos e festas, de Oslan Costa Ribeiro; Ações afirmativas no Brasil contemporâneo: dinâmicas e perspectivas, de Flávia Alessandra de Souza; Velhice e sexualidade: tramas da diversidade, de Raimunda S. d’Alencar e Monique Borba Cerqueira. Além de: Hepatite C e tireoide, de Luís Jesuino de Oliveira Andrade e Gabriela Correia Matos de Andrade; Álgebra linear, de Cláudia Santana; Ossuário da casa adormecida, de Jober Pascoal; Marcas escrevividas, de Neuzamaria Kerner; Pequeno dicionário da história de Ilhéus e Porto Seguro, de Marcelo Henrique Dias e Henrique Campos Simões, por Tica Simões; e Cartilhas de propriedade intelectual Vol. 1 e 2, de Diêgo Madureira, Marcelo Honda e Gustavo da Cruz.

segunda-feira, 2 de maio de 2022

RABISCANDO FRANK

Não sei como as pessoas conseguiam se assustar com esse moço, melancólico, de passos lentos, calado, e olhar sereno.

 

sexta-feira, 22 de abril de 2022

Fapesb e Boticário selecionam propostas para fortalecimento de áreas naturais protegidas

Foto: Gabriel Pinheiro/Secti BA
Apoiar iniciativas inovadoras que contribuam efetivamente para a conservação da natureza na Bahia. Esse é o principal objetivo da nova edição do “Teia de Soluções”, edital lançado nesta terça-feira (19) pela Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) e a Fundação Grupo Boticário (FGB). A chamada está com inscrições abertas até o dia 2 de junho, e vai selecionar propostas que fortaleçam as áreas naturais protegidas. As soluções inscritas devem responder a um dos desafios, como contribuir para a sustentabilidade financeira e a proteção da biodiversidade por meio do turismo de natureza e desenvolver estratégias de conservação que promovam a segurança hídrica. Em consonância com os desafios propostos, o diretor Geral da Fapesb, Márcio Costa, destacou a importância da temática do turismo de natureza para o estado. “O turismo é um dos setores mais importantes para a economia do nosso estado e a Bahia é conhecida pela riqueza da sua biodiversidade e de atrativos naturais. Desenvolver e integrar o turismo à conservação de áreas naturais e desenvolver estratégias de preservação da biodiversidade, incluindo a água, por meio de apoio a projetos inovadores que tragam soluções para esses desafios, irá contribuir efetivamente para a conservação da natureza e o desenvolvimento de uma economia sustentável na Bahia”, disse. A gerente de Ciência e Conservação da Fundação Grupo Boticário, Marion Silva, explica que o turismo em áreas naturais é uma atividade catalisadora de desenvolvimento econômico aliada à conservação da natureza, uma ferramenta importante de sustentabilidade financeira e proteção dessas regiões. “Além disso, áreas naturais conservadas são fundamentais para a segurança hídrica. Elas têm a capacidade de atuarem como filtros de sedimentos e resíduos, garantindo maior qualidade e regularidade na oferta de água”, completa. Interessados devem inscrever através do link chamada.teiadesolucoes.com.br. Vale lembrar que a parceria do Grupo Boticário se estende a outras regiões, portanto é importante indicar a região para a proposta no momento do preenchimento do formulário. Para a Bahia, foram disponibilizados recursos no valor de R$ 600 mil, sendo R$ 300 mil oriundos da Fapesb e os outros R$ 300 mil disponibilizados pelo Grupo Boticário. As propostas inscritas serão analisadas por uma banca composta por especialistas e representantes indicados pelas instituições organizadoras. As melhores soluções seguirão para uma etapa de detalhamento e mentoria e, depois, passarão por nova análise para concorrer ao apoio financeiro. O resultado com as soluções selecionadas para apoio deverá ser divulgado em dezembro de 2022.

ANESTESIA


 

CENOURA


 

terça-feira, 19 de abril de 2022

Adiada audiência sobre empréstimo de U$$ 30 milhões de dólares para Itabuna

Foi redefinida a data da audiência pública para discutir com a sociedade sobre o empréstimo que o município de Itabuna pretende contrair junto a um fundo internacional. O ato, antes marcado para esta terça-feira (19), ocorrerá dia 02 de maio, às 19 horas. A intenção apresentada pelo Executivo, alvo de reuniões provocadas pela Câmara de Vereadores, é obter o recurso (até 30 milhões de dólares) para investir em áreas como saneamento e revitalização do Rio Cachoeira.


 

segunda-feira, 11 de abril de 2022

O VELHO GRAFITE, INSUBSTITUÍVEL

Que me perdoe os amantes da mesa digitalizadora, mas eu ainda prefiro o velho e bom HB6 da Faber Castell. Claro que estou me rendendo às tecnologias, tentando me adaptar, exercitando e aprimorando os recursos, afinal, temos que respeitar o público que quer estar dentro do contexto atual e deixa um passado rico para trás, mas o dom (isso é indiscutível) que temos junto com as habilidades e treinos durante todos esses anos é algo que sempre irei mesclar, é meu direito, mas vou procurar agradar, fazer a diferença. Antes que critiquem, esse desenho é só um coadjuvante. O protagonista é o lápis. rsrsrs. Marcos Mauricio

sexta-feira, 8 de abril de 2022

Chocolat Festival – Festival Internacional do Chocolate chega a Salvador

Após 20 edições pelo Brasil, o maior evento de chocolate e cacau da América Latina desembarca na capital baiana. O Chocolat Festival - Festival Internacional do Chocolate e Cacau chega a Salvador, pela primeira vez, entre os dias 09 e 12 de junho no Centro de Convenções. O maior evento de chocolate e cacau da América Latina já passou, desde 2009, por diversas cidades do Brasil, entre elas, Ilhéus (BA), Belém do Pará e São Paulo. A grande novidade da edição em Salvador é o lançamento de outros eventos, com conceitos parecidos e complementares, de outras cadeias produtivas: o Salão do Café, o Origem Brasil e o Bahia Descobre a Bahia, mostrando produtos e destinos turísticos aos soteropolitanos e turistas. Este conjunto de eventos forma o Origem Week, projeto inovador, que fará parte do calendário de eventos da Bahia.
Sobre o Chocolat Festival - Voltado para consumidores e profissionais da área, o Chocolat Festival atrai anualmente milhares de visitantes. Durante os dias de evento, reúne diversas marcas de chocolate, derivados de cacau, confeiteiros e fornecedores do segmento, além de promover cursos de capacitação, debates sobre temas do setor, rodadas de negócios e palestras ministradas por especialistas nacionais e internacionais. Para mais informações, acesse www.chocolatfestival.com