terça-feira, 30 de agosto de 2022

Exposição Toponímia de Itabuna recebe 100 alunos do Colégio Divina Providência

A exposição fotográfica “Toponímia de Itabuna: Ruas e Avenidas que revelam Histórias”, em cartaz em Itabuna, no Centro Cultural Teosópolis, até o dia 2 de setembro, entra na sua fase final recebendo nessa última semana, alunos do Colégio Divina Providência. “Está agendada a visita dos alunos do Colégio Divina Providência que virão conhecer a história do nosso município”, disse a curadora do Centro Cultural Teosópolis, professora Janete Ruiz de Macedo. Realizada em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz(UESC) através do Centro de Documentação e Memória(CEDOC), a exposição que é aberta gratuitamente ao público, desde sua inauguração no mês de maio, já recebeu a visita de764 pessoas. Ela recupera a história de Itabuna, por meio dos seus personagens, desbravadores que construíram e fizeram a história do município sul baiano. Dentre as centenas de visitantes que já recebeu, estão, principalmente, alunos de escolas públicas e privadas, a exemplo da Escola Montessoriana Acalanto, Colégio Estadual Luiz Eduardo Magalhães, Escola Pio XII, Instituto Municipal Teosópolis, Colégio Batista de Itabuna, entre outras. “A exposição traz para nossos jovens a compreensão de como foi construída a nossa Itabuna”, explica o reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz, Alessandro Fernandes.“É uma oportunidade para que a nossa população possa conhecer a nossa história”, diz a Professora Janete. A exposição é um verdadeiro sobrevoo sobre o município. No passeio por Itabuna, por meio de painéis, é relatada a história de vida do Comendador Firmino Alves, Olinto Leone, Aziz Maron, Mário Padre, Barão do Rio Branco, Inácio Tosta Filho, Lafayete Borborema, Juraci Magalhães, Felix Mendonça, José Soares Pinheiro, Corbiniano Freire, Gileno Amado, Amélia Amado. Conta ainda o legado do Pastor Hélio Lourenço, Fernando Cordier, Manoel Leão, Laura Conceição, João Soares, Maria Pinheiro, Daniel Gomes, Simão Fitterman, José Alcântara, Sarinha Alcântara, Paulino Vieira e outros personagens que dão nome a ruas e bairros de Itabuna, verdadeiros desbravadores e beneméritos do município. Visitas à exposição podem ser agendadas pelo telefone (73) 9 8870-9586. Uma nova exposição, esta alusiva a evento da nacionalidade brasileira, denominada “Bicentenário da independência do Brasil”, será inaugurada no dia 19 de setembro. O Centro Cultural Teosópolis é mantido pela Associação de Beneficência e Cultura Teosópolis, em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz e a Prefeitura de Itabuna por meio da secretaria de Educação e da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania. “O Centro pertence a Itabuna e seu povo, é um bem cultural para nossa gente”, diz o Pastor Geraldo Meireles, da Igreja Batista Teosópolis.

Nenhum comentário: